Acontece > Notícias


Concurso Cultural Cooperativista 2018 incentiva debate sobre inclusão social em salas de aula

26 de Março de 2018
Instituto Sicoob

 

Inclusão social, preocupação com comunidade e acessibilidade foram, entre outros, os assuntos escolhidos para serem trabalhados durante o Concurso Cultural Cooperativista 2018. Promovido pelo Instituto Sicoob, o projeto incentiva alunos do 3º e 5º ano do Ensino Fundamental I de escolas públicas e particulares a desenvolverem desenhos e redações sobre a temática “Cooperar para incluir: Um por todos e todos por um”.

Em sua 8º edição, o Concurso Cultural traz novidades: Alinhado as práticas disseminadas pelo tema proposto deste ano, o Instituto Sicoob, afim de incentivar e oferecer oportunidades iguais de acesso a bens e serviços a todos, disponibilizará o material de aplicação do programa também em formado de audiodescrição afim de atender alunos que possuam deficiência visual. “Essa preocupação surgiu a partir das edições anteriores, onde as cooperativas ligadas ao sistema Sicoob, evidenciaram a presença de crianças portadoras de deficiência visual e, que se sentiram impedidas de participar do projeto. Dessa forma, o Instituto Sicoob promoveu a confecção de um material apropriado, para que esses alunos possam ser incluídos e compartilhar da essência do cooperativismo”, expõe a Supervisora do Instituto Sicoob, Júlia Fagan. 

Os trabalhos são avaliados por uma comissão julgadora e as três melhores produções de cada categoria são premiadas nas etapas: local, regional e nacional. Para premiações, na categoria redação, serão avaliados critérios como texto narrativo, sequência lógica, gramática, originalidade e criatividade na construção da obra, enquanto no desenho serão analisadas questões voltadas a abordagem correta do tema, capricho, originalidade e criatividade.

O Concurso Cultural busca o fortalecimento e a disseminação da cultura cooperativista e promove o debate em salas de aula. Em 2017, o projeto foi realizado em 71 municípios com a participação de mais de 28 mil crianças, totalizando, aproximadamente, 80 mil beneficiados desde o seu lançamento em 2011.



VOLTAR