Acontece > Notícias


Sicoob Central Unicoob promove capacitação do programa Cooperativa Mirim

31 de Maio de 2019
Instituto Sicoob

Evento contou com a participação de 50 pessoas entre PAEs, professores, representantes do Instituto Sicoob e de outras Centrais do sistema que aplicarão metodologia nas comunidades

O Sicoob Central Unicoob promoveu capacitação do programa Cooperativa Mirim para que as Pessoas de Apoio Estratégico (PAEs), professores, representantes do Instituto Sicoob e de outras Centrais pudessem ter contato com a metodologia, a fim de estarem aptos a implantar e multiplicar o programa nas localidades em que as cooperativas estão inseridas.

Realizado em dois dias na sede da Central Unicoob, em Maringá (PR), o treinamento foi ministrado pelo professor mestre em educação com especialização em cooperativas mirins, Everaldo Marini, e contou com a participação de 50 pessoas que passaram por etapas de sensibilização, teoria, explicações do material didático, análises de casos, atividades práticas e mais.

De acordo com o professor, a capacitação não tem o objetivo de apenas apresentar a metodologia, mas sim, permitir que os participantes compreendam o que é e como funciona uma cooperativa mirim. “O encontro tem por finalidade mostrar como é o desenvolvimento das cooperativas mirins, ou seja, quais os impactos, a relação com as escolas, com os meios e espaços onde as crianças estão inseridas, mas além disso, buscamos apresentar aos professores orientadores qual a importância da identificação do lugar deles como mediadores desse processo.”

Marini também destaca que a capacitação é muito importante, pois dá aos professores e demais profissionais envolvidos no processo a capacidade de identificar a viabilidade de implantação ou não de uma cooperativa mirim. “Os materiais pedagógicos, as instruções, diálogos, leituras e tudo o que vimos aqui dão condições para que seja possível olhar para as escolas e os espaços de aprendizagem e identificar se há condições necessárias para desenvolver o projeto ou se será preciso buscar essas condições, sabendo que terão sempre o apoio contínuo da equipe do Instituto Sicoob, já que a implantação e acompanhamento de uma cooperativa mirim exige um trabalho de muitas mãos.”

Instrutor do Cooperjovem no Rio de Janeiro há algum tempo, Iran Nascimento Pitthan entende que esse “trabalho de muitas mãos”, citado por Marini, já esteve presente na própria capacitação. “A troca de informações e interação que tivemos aqui em todo o tempo faz com que a gente veja e reveja a importância do lugar, as práticas e experiências de cada professor, de acordo com a localidade e particularidade de cada um”, destaca ele, que participou da capacitação para também exercer a função de multiplicador da metodologia.

Impacto na sociedade
Uma cooperativa mirim é uma associação de alunos que, sob a direção de um professor orientador, unem-se voluntariamente visando satisfazer anseios e necessidades sociais e culturais comuns, por meio da vivência e prática do cooperativismo. São eles, os pequenos cooperados, que dirigem e coordenam as atividades da cooperativa, o que, consequentemente, ajuda no desenvolvimento de competências, hábitos e atitudes por meio de uma prática pedagógica que dissemina os princípios do cooperativismo, harmonizando-os aos interesses com a comunidade e obtendo responsabilidades sociais, morais e econômicas. 

Por conta de todas essas características e áreas de desenvolvimento é que muitos acreditam que o programa Cooperativa Mirim pode ser uma ferramenta capaz de mudar a sociedade e ajudar no desenvolvimento e melhoria da educação. 

“São inúmeros os ganhos da cooperativa mirim, mas podemos trazer a questão da autonomia, protagonismo, liderança e olhar para a educação financeira. Estamos entregando empreendedores para a sociedade, pessoas comprometidas com o mundo, pessoas que vão poder, um dia, nos substituir. Já iniciamos esse processo de formação para que as crianças e os adolescentes comecem a ver a cooperativa mirim como uma espécie de laboratório de aprendizagem”, destaca o professor mestre em educação com especialização em cooperativas mirins, Everaldo Marini.

Já para o instrutor do Cooperjovem, Iran Nascimento Pitthan, as cooperativas mirins têm o poder de, por meio do cooperativismo, mudar atitudes nas várias esferas da sociedade. “Não tenho dúvidas de que é um programa que impacta a sociedade e o futuro. Começa dentro das escolas e logo essas crianças se encantam e, consequentemente, atingem os pais, e isso vai andando até chegar à comunidade ao entorno. Sabemos que a educação está bastante difícil no Brasil e o programa Cooperativa Mirim pode ser uma boa ferramenta para ajudar a mudar um pouco isso.”

Professora e coordenadora pedagógica na Escola Municipal Luiz Augusto Paiva de Oliveira, em Castanhal (PA), Patrícia de Lima Barroso acredita que a Cooperativa Mirim tem o poder de resgatar valores perdidos em nossa sociedade. “O mundo está cada dia mais individualista. Cada um cria um mundo à parte, distanciando-se do convívio em comunidade. Acredito que a Cooperativa Mirim é um instrumento de mudança e de resgate dos valores de igualdade e partilha.”

Mas além de buscar o desenvolvimento de novas lideranças e apresentar o cooperativismo como um todo, o programa Cooperativa Mirim também tem força para ajudar no desenvolvimento local. É o que acredita a gerente da Unidade de Desenvolvimento Cooperativo do Sicoob Central Unicoob, Júlia Fagan. “O sistema cooperativo também se preocupa com o futuro de nossas lideranças locais, e a Cooperativa Mirim vem ao encontro a esse anseio e propõe o desenvolvimento de habilidades em crianças e jovens, preparando futuras lideranças com espírito cooperativo e com visão de desenvolvimento local. Entendemos que estes resultados serão perceptíveis em curto prazo.”

Participantes
O treinamento contou com a presença de participantes das cooperativas Sicoob Arenito, Sicoob Cooesa, Sicoob Crediacil, Sicoob Credicapital, Sicoob Marechal, Sicoob Médio Oeste, Sicoob Meridional, Sicoob Metropolitano, Sicoob Noroeste PR, Sicoob Ouro Verde, Sicoob Sul, Sicoob Unimais Mantiqueira e Sicoob Vale do Iguaçu, além do próprio Instituto Sicoob. Ao todo, mais de 20 cidades estavam representadas na capacitação.


 



VOLTAR